Atendimento do Ministério da Justiça para recepção de dúvidas pela internet sobre direitos humanos
Guia de usuário do atendimento para consultas sobre direitos humanos pela internet
Atendimento do Ministério da Justiça para recepção de dúvidas pela internet sobre direitos humanos Ao inserir o seu nome, endereço, idade, e o conteúdo de sua consulta no formulário e nos enviá-lo,
em alguns dias o escritório regional de assuntos jurídicos mais próximo responderá por e-mail ou telefone.
Não sofra sozinho com seus problemas e preocupações,
e sinta-se à vontade para entrar em contato conosco.
Leia atenciosamente o guia「antes do uso」abaixo, e clique em 「próximo」.
Antes do uso
  1. Aderimos estritamente à confidencialidade. Os dados pessoais preenchidos não serão usados para outros propósitos.
  2. É necessário o uso de um computador com função de
    recebimento e transmissão de e-mails e com acesso à
    internet quando utilizar o serviço de consulta de direitos
    humanos pela internet. Dependendo do sistema em que o
    utiliza, pode ser que o uso deste serviço não seja possível.
  3. Antes de fazer a solicitação, mude as configurações para que seja possível receber e-mails do domínio abaixo, pois um guia do「formulário de preenchimento do conteúdo da consulta de direitos humanos」 para a consulta será enviado para o
    e-mail registrado.
    i.moj.go.jp
  4. Através do「formulário de preenchimento para conteúdo
    da consulta de direitos humanos」enviado, é possível mandar
    conteúdos de consultas por até 3 vezes.
  5. É necessário alguns dias para a resposta da consulta.
    Para aqueles que têm pressa ou que não conseguiram solicitar a consulta por não ter um sistema de uso compatível, utilize o 「escritório regional de assuntos jurídicos mais próximo」ou o 「atendimento de consultas de direitos humanos para
    estrangeiros」
  6. Dependendo do conteúdo da consulta,
    há casos em que perguntaremos sobre o assunto por
    telefone ou pessoalmente.